Fale conosco:

(47) 3027-1183

Blog

Caso Busscar: trabalhadores contestam Plano de Recuperação apresentado

Caso Busscar: trabalhadores contestam Plano de Recuperação apresentado

A diretoria do Sindicato dos Mecânicos continuará se reunindo com outros credores com o objetivo de melhorar as propostas do plano, já que a falência preocupa, principalmente pela demora

Aproximadamente 300 ex-trabalhadores da Busscar Ônibus participaram das três reuniões realizadas nesta terça-feira (22/07), na sede da entidade. A discussão girou em torno da proposta apresentada no Plano de Recuperação. Representantes do Sindicato esclareceram alguns pontos específicos relacionados, principalmente, ao pagamento dos créditos trabalhistas.

Conforme noticiado, há também uma Comissão de ex-funcionários, que se reuniu no dia 17/07 com a diretoria da entidade para analisar o Plano de Recuperação que está no processo.

Este Plano, conforme debatido com a Comissão e também nas reuniões que aconteceram no dia 22 está sendo questionado, por duas razões principalmente, a possibilidade de venda do ativo, sem direcionar valor para o pagamento aos trabalhadores e o pagamento em ações. Há outros aspectos que estão sendo avaliados, como a conversão do crédito em ações.

A entidade está ciente das dificuldades em que se encontra a empresa, e da impossibilidade de apresentar condições diferentes desta. Porém, concentrará esforços no sentido de verificar junto aos demais credores, melhores condições. O objetivo também é que não haja mais adiamentos. Há um custo muito alto da massa falida se manter nesta situação e, assim, existe a necessidade de encaminhamentos objetivos e urgentes.

O plano na forma apresentada, em análise prévia, é viável, do ponto de vista técnico, porém ainda e sempre, há uma preocupação de onde virão os investimentos e a condução da gestão futura. Certo é que o PLANO DE RECUPERAÇÃO, para ser legitimado, terá que ser aprovado pelas três categorias: trabalhista, quirografários e garantia real. Em princípio, todas as alterações propostas, precisam ser acatadas pelos falidos. Só assim, será submetido à votação.

Também há muita preocupação, na hipótese de DECRETAÇÃO DA FALÊNCIA, pelo histórico do processo. Há uma dívida constituída após o pedido de Recuperação Judicial, que preocupa quanto à participação de todo o quadro de trabalhadores. De outra parte, se isto ocorrer, há também a preocupação da demora ainda na tramitação do processo e venda do patrimônio, que pode se prolongar por muitos anos.

Para isto, é que a direção da entidade e a Comissão atual pretendem até o dia da assembleia (19/08) seguir agendando reuniões com os outros credores, a fim de evoluir na qualidade do plano e buscar maiores esclarecimentos e segurança, na orientação do voto. De acordo com a evolução dos fatos, disponibilizaremos informações.

Assembleia Geral de Credores (19/08/2014)

Esclarecemos que, quem de fato deverá votar são os trabalhadores habilitados na última Assembleia da votação do Plano, realizada em setembro de 2012. Conforme despacho, a assembleia será no dia 19 de agosto no Centreventos Cau Hansen a partir das 14 horas. Será disponibilizada no site a lista dos trabalhadores votantes. Informamos também que quem assinou procuração, poderá se fazer presente e votar. Caso não compareça, será mantida a procuração.

Para novos esclarecimentos e informações da evolução das negociações, o Sindicato fará um último encontro no dia 17/08/2014 às 9h da manhã na Recreativa da entidade, Rua Rui Barbosa, 495 – Costa e Silva. A pretensão é, avaliarmos juntos, qual o melhor caminho, o que traz menos riscos aos trabalhadores.

 

Compartilhar

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × dois =