Fale conosco:

(47) 3027-1183

Blog

Assédio Moral no Trabalho

Assédio Moral no Trabalho

Infelizmente o assédio moral é frequentemente nas relações de trabalho. De acordo com dados da Organização Internacional do Trabalho, cerca de 42% dos brasileiros já sofreram assédio moral.

Sabemos que, um bom ambiente de trabalho só é possível, quando as relações interpessoais são baseadas no respeito e na justiça. Mas, nem sempre é assim que acontece, condutas abusivas são comuns nos locais de trabalho trazendo é claro, consequências negativas para a saúde física e mental dos trabalhadores. Precisamos rever as práticas dos trabalhadores da nossa sociedade e combater esta violência cada vez mais comum.

O Assédio moral ocorre quando o trabalhador é exposto, durante sua jornada de trabalho, a situações humilhantes, repetitivamente e de forma prolongada. Acontece através de comportamentos com o objetivo de ofender, ridicularizar, punir e desestabilizar o trabalhador, isso pode afetar a saúde física e psicológica, além de prejudicar o desempenho no ambiente de trabalho.

De acordo com a psicóloga, Katinery Cipriano, apesar de ser mais frequente o assédio partir do empregador para o empregado, existe também o assédio entre empregados. Ela explica que isso ocorre devido à competitividade que existe no mercado de trabalho. É importante ressaltar que as vítimas de assédio não são necessariamente pessoas frágeis ou que apresentam qualquer transtorno. Muitas vezes elas tem capacidades percebidas pelo agressor como ameaçadoras do seu poder.

Confira abaixo algumas formas de reconhecer o assédio moral no trabalho (Fonte: cartilha desenvolvida pela UFSC, MTE, MPT e Fórum Saúde e Segurança do trabalhador do estado de SC):

  • Isolar a vítima do restante do grupo;
  • Desacreditar a vítima diante dos colegas, superiores ou subordinados;
  • Criticar ou brincar sobre deficiências físicas ou de seu aspecto físico;
  • Comunicar aos gritos
  • Seguir e espionar a vítima
  • Não transmitir informações úteis para a realização de tarefas
  • Criticar seu trabalho de forma injusta ou demasiada
  • Atribuir tarefas humilhantes

Como agir e denunciar:

Se você é vítima de assédio moral, não fique calado, denuncie:

  • Você pode fazer a denuncia e procurar ajuda no Sindicato da sua categoria
  • Anote detalhadamente, todas as humilhações sofridas, com data, horário, local, colegas que presenciaram, enfim, tudo que puder anotar;
  • Grave, se possível, as conversas em que ocorrem as agressões;

Não fique calado, denuncie!

Compartilhar

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois × um =